• JUNTE-SE A NÓS NAS REDES SOCIAIS:

7 Passos para alimentar crianças de 1 ano

Categoria: Comportamento, Dicas por 30 de março de 2011

No evento da Nestlé Nutrition, que aconteceu na quarta-feira passada na Cozinha Experimental, ouvimos uma palestra do pediatra Jayme Murahovschi. Ele elaborou 7 passos essenciais para alimentar crianças de 1 ano. Tem desde como estimular a fome até como encorajar a criança a comer. Não sei se concordo com tudo – quem consegue ficar 4 horas sem comer?! Ou não bater palmas se a criança limpa o prato? Sempre acho que essas regras ficam melhores quando adaptadas ao jeitão de cada família. Mas vale a pena ler para pelo menos ter como base.

beijos

Mônica


Comentários

  1. Nine disse:

    Concordo com praticamente tudo. Apenas no quesito “estimular a fome” me assustei com o intervalo MÍNIMO de 4 horas. Acho que é um tempo demasiado para crianças que se alimentam em poucas quantidades e por isso sentem fome com mais frequência. Aliás esta recomendação vai contra também ao que é amplamente divulgado como hábito alimentar saudável para adultos: se alimentar a cada 3 horas em menor quantidade. Se para adultos 4 horas é um tempo demasiado sem comer, por quê ele seria um bom intervalo para bebês?? Com certeza esse pediatra não entende muito sobre o sistema digestivo e suas implicações…
    Beijos,
    Nine

  2. Fabiana disse:

    Nossa, adorei as dicas. Principalmente a de começar a refeição pelo sólido e não pelo líquido.
    Vou me atentar mais às outras dicas tb.

    Valeu!

    Bjos.

  3. Alethéa disse:

    Tô adorando passar por aqui!

    Abraços!

  4. lia disse:

    Algumas dessas recomendações vão contra o que diz o Guia Alimentar para Crianças de Menos de 2 anos, do Ministério da Saúde. Especialmente no que diz respeito aos horários. Bebês não têm de ter horário pra comer, a menos que seja indispensável por questões logísticas (por exemplo, se eles frequentam creches). Eles mudam seu padrão alimentar da noite pro dia em função de seus ciclos de crescimento, e têm de comer quando tiverem fome.
    Essa também é a teoria do Dr. Carlos Gonzalez (Mi niño no me Come): se você só oferecer alimentos saudáveis ao seu filho, e deixar comer o que ele quiser, na hora que quiser e na quantidade que quiser, ele vai ficar bem nutrido.
    Pra mim isso funcionou muito bem, e me salvou de entrar em parafuso quando eu estava introduzindo os alimentos sólidos a Emília.
    Se uma mãe tentar seguir todas essas regrinhas, provavelmente vai se estressar a toa.
    Beijos!

    1. Adorei as dicas repassei a toda familia e principalmente para minha tia que está gravida adorei o site requer dicas que serão uteis daqui um tempo muito boas!!!
      bjsss! *-* yasmin

  5. Line Sena disse:

    Vix!! To fazendo tudo errado com relação ao item “Atitude Neutra”!
    Olha só o que escrevi nessa postagem: http://mamae-moderna.blogspot.com/2011/03/hora-da-papinha.html

    Nunca comento nada, mas estou sempre por aqui!
    Adoro esse blog! Parabéns!

    Bjocas!

  6. Concordei com tudo, só não consigo colocar em prática, o “não se zangar, não se frustrar” quando a criança não come…mas chego lá !!!!
    Abração !

  7. Tenikey disse:

    Nossa! Bom tem coisas q eu realmente preciso melhorar. mas deixar de ficar sem comer por 4 hrs não dá.

    otima dica
    beijos

  8. Jessica disse:

    Essas orientações são pra crianças acima de um ano? A minha bebê tem 10 meses, e não come bem, mas acho que ainda é muito cedo pra fazer essas técnicas com ela. Vou continuar como estamos até ela fazer um ano, depois posso reavaliar.
    Nem toda crianca aguenta 4 horas sem comer. o meu mais velho nao aguenta nem duas. A pequena até aguenta, mas nao é sempre.

  9. Paolla disse:

    Eu adooooooooooro o Jayme Murahovschi. Tenho a última edição do Pediatria – Diagnóstico e Tratamento e gosto muito da linguagem simples que ele usa e das dicas que ele dá. Aí pensei, se é pra aconselhar as mães assim, por que não usar aqui em casa? Afinal, eu tenho uma cobaia, quero dizer, uma criança em casa!

    E posso dizer que DÁ CERTO. Claro, a Denise não aguenta 4 horas sem comer (fica no máximo 3), temos horário para lanchar, almoçar e jantar, SEMPRE no cadeirão quando estamos em casa ou fora, SEMPRE na presença da família toda. A reação daqui do povo é sempre a mesma, quando come e quando não come e depois de 30 minutos eu tiro o prato, elogiando o quanto comeu. Ela come SOZINHA, junto comigo e com o pai (nada de dar primeiro pra criança e depois eu comer frio), faz uma lambança que ninguém merece, mas sabe usar o garfo e, quando não consegue, vai com a mão mesmo.

    A única coisa que não consegui tirar foi o leite depois das refeições, mas eu chego lá.

  10. Paolla disse:

    Ah, coloquei uma foto da minha nenê comendo com o garfo lá no blog. Abraços!

  11. Milene Ferrão disse:

    Minha filha tem 1a3m e come suuuper bem na creche: almoça, lancha, janta… e às vezes até repete!!! Nos finais de semana, em casa, só aceita, praticamente, leite e suco, e não aceita mais nada, comida… frutas, nem pensar!
    Não sei mais o que faço pra ela comer em casa… E o pior é que tenho certeza que faço tudo certinho! A única coisa dessa lista que não sigo é que, quando a situação está muito crítica, ligo a tv ou youtube pra dar uma força. Aí, ela fica hipnotizada e acabo conseguindo dar umas colheradas.
    Só não me desespero porque sei que de segunda a sexta ela se alimenta bem… mas só estou pensado quando chegarem as férias.

  12. virginia disse:

    Ola, fico feliz em dsaber que faço quase tudo como manda o figurino!!
    Leonardo não fica 4h sem comer, mas passa de três horas, não deixo beliscar de jeito nenhum, so ganha guloseimas se comer a comida e aqui posso afirmar que tem dado MUITO certo, ele tem limpado o prato a cada refeição, Toma seu suquinho depois e ganha um biscoitinho de sobremesa ou uma compota de frutas ( sem açucar ). Funciona bem e o stresse aqui em casa foi embora.

    http://mamaepapaieleo.blogspot.com/2011/03/um-ano-com-voce.html

  13. Fernanda disse:

    Concordo com quase tudo! Só não concordo com as 4 horas sem comer e elogios moderados quando comeu tudo! Nada melhor do que festejar quando a criança come bem! Acho isso estimulante. Não quer dizer que deve brigar quando for o contrário. Agora, acho que criança deve ter horário pra comer sim! Ué, nós adultos não temos horario pra comer? Sigo quase todas as regrinhas acima, antes de conhece-las, e posso dizer que meu filho comer muito bem, obrigada!

  14. Mariane disse:

    Gente, intervalo de 4 horas é desumano… Evitar excesso de leite?? Pra crianças de 1 ano?? Isso é brincadeira, né? Belo trabalho de contrariação à OMS!!

  15. Nita disse:

    Nada disso funciona. Com certeza a pessoa que escreveu isto não cuida dos próprios filhos. Todos estes “passos” foram sempre obedecidos desde o início, quase burocraticamente e tediosamente. Cortei mamadeiras, copinhos, em casa não há biscoitos e guloseimas. Mesmo assim minha filha não come.

  16. Vivian Lee disse:

    Queridos…todos os hábitos de um adulto são adquiridos quando ainda bebês. Todos os passos acima vejo como muitos saudáveis e possíveis, desde que os pais também tenham os mesmos bons hábitos. Tenho um bebê de 1 ano e quando recém nascida, com apenas 15 dias ela só mamava (no seio) de 4 em 4 horas e não mamava à noite (sendo a última mamada às 22:00h e a primeira às 6:00h). Hoje com 1 ano ela tem um intervalo entre as refeicões de 5 horas sem nenhum sacrifício, não come nada entre as refeições, bebe apenas água, é um bebê muito saudável, nunca ficou doente, tem um ótimo apetite, é um bebê calmo muito calmo. Parece impossível? Pois é real. Nossos bebês são reflexos apenas daquilo que fazemos deles. vi.zezza@hotmail.com

  17. Liane disse:

    Gostei de algumas dicas e acho que não precisamos ser readicais, nem levar tudo ao pé da letra!Meu filho tem 01 ano e 3 meses e desde que começou os alimentos sólidos, ganhou o cadeirão. Procuro seguir uma rotina de alimentação, banho, sono, brincadeiras, mas sei que às vezes isso muda, em função de alguns fatores. Ele já sabe comer com a colher e usa o garfo para as frutas, que coloco cortadinhas no prato. No almoço, eu ainda dava todas as colheradas, ma sele passou uns dias sem querer comer direito e eu resolvi deixá-lo almoçar segurando sozinho a colher e deu certo. Agora, ele sempre pede paa comer sozinho. E eu, o pai a irmã estamos sempre juntos na mesa, pois na minha casa a hora da refeição sempre é em família, salvo algumas exceções. Tem dado certo!Bjos
    Liane

  18. tatiane disse:

    se deixar meu filho fica o dia todo sem comer …. mesmo assim ele nao aceita comida salgada

  19. Altair disse:

    minha filha tem 1 ano, e agora que começou a comer alimentos sólidos, quanto as dicas faço tdo errado, mas não deixo 4 horas sem comer nem a pau.
    Ela praticamente só mama mamadeira mas vou procurar me antenar melhor para melhorar a alimentação dela aceito dicas e sugestões, sabem como são os homens sempre desligados quanto a isso.
    alt_alves@hotmail.com

  20. [...] 7 Passos para alimentar crianças de 1 ano [...]

  21. fernanda disse:

    “ouvir tudo ,reter o que é bom” isso é biblico.essas dicas são boas.parece exagerado as 4 horas,mais depende muito da rotina de cada criança.O ideal é tentar adequar o que achou importante á rotina da familia.Comer sempre junto.deixar a criança fazer bagunça,oferecer de tudo sem forçar pra que ela naum desista.meu bb naum gosta de comida mais se ele come 2 colheres eu comemoro com ele que bate palmas e grita “eh”,aos poucos a gente chega lá…

  22. Ando aflita pois minha filha de 1 ano anda rejeitando comida solida. Antes estava comendo o feijão, pure, hiame com queijo, purede gerimum e, de uns dias pra cá, balança a cabeça negativando o alimento do prato. TODAVIA, ao preparar suco, leite ou vitaminas, toma tudinho. Alguns dizem que é uma fase outros, que são os dentes pois só tem 4, 2 em cima e 2 em baixo. Seja como for fico preocupada.

    1. Comer para Crescer disse:

      Vanessa,
      Passe sua filha em visita com o pediatra para afastar problemas com dor de garganta, pois quando as crianças ficam com a garganta inflamada, mesmo não dando sinais de febre, elas tendem a aceitar alimentos líquidos que “passam” com mais facilidade na garganta.
      bjs

  23. [...] 7 Passos para alimentar crianças de 1 ano [...]