• JUNTE-SE A NÓS NAS REDES SOCIAIS:

Tudo o que já fiz para minha filha comer

Categoria: Blog, Dicas por 11 de abril de 2014

psicoPara quem segue o blog, isso não é novidade: minha filha caçula não come. Não se interessa por comida. Tem um desenvolvimento ótimo, uma curva de crescimento boa, é super saudável. Mas não come. Tenho sérias desconfianças que faz fotossíntese e por isso engorda…

Falando sério, sigo as regras de uma alimentação infantil saudável mesclada com alguma criatividade. Mas já me acostumei com o fato de que o tomate que hoje é um campeão de bilheteria, amanhã vai ser um filme esquecido, sem nenhuma coerência para explicar. Então tratei de criar algumas estratégias. Dá uma olhada no que já  experimentei com a pequena. Quem sabe pode ajudar você…

 * comer junto com ela – tens dias que isso é mágico. Faço um pratão para nós três (eu, ela e a mais velha) e distribuo as colheradas: “essa é para a mamãe, essa é para a Úrsula”. E assim se vai uma refeição.

* deixar ela comer sozinha – óbvio, ela já tem idade para isso. Mas a ânsia de ter um filho problemático com comida faz a gente dominar os talheres (o que também pode dar certo). Mas muitas vezes simplesmente largar o prato na frente dela acorda o apetite da garota.

* fazer piquenique – ela adora! A comida precisa ser algo fácil de comer, tipo pedaços de torta ou mini sanduíches. Eu coloco toalha xadrez no chão, cestinha, almofada, tudo para ela achar que está mesmo em um parque. Só faltam as árvores.

* cantar – sério, não me pergunte porquê, mas tem dias que eu canto e ela come!

* contar histórinhas – pego os livros preferidos e vou contando e dando comida. Vale até uma improvisação para a comida entrar na história.

* deixar a mais velha dar comida – quando a Isabella está a fim vai dando comida para a irmã como se fosse uma brincadeira de  “mamãe e filhinha”. Dá super certo!

* dar comida para os amigos bichinhos – coloco as pelúcias preferidas na mesa e todo mundo come. Tens dias que sobra até para o pobre Fred, nosso schnnauzer.

* fazer comidas que ela já demonstrou gostar, é claro – Úrsula adora suco de frutas. Gosta de ver fazer e beber logo que fica pronto. Misturo tudo o que tiver na fruteira e muitas vezes incluo cenoura, beterraba. Macarrão com queijo é outro sucesso absoluto. Então meu marido faz a massa do macarrão e aproveita para adicionar mais nutrientes (na forma de espinafre e rúcula por exemplo) na receita.

* Deixar ela me dar comida na boca – eu sou a filhinha e vou comendo o que a mamãe me dá. Mas peço para a mamãe comer também, hehehe

Ah, sim, algumas vezes apelo para a televisão. Mas nesses dias eu me açoito de noite…

beijos

Mônica

P.S. Mudando completamente de assunto: o que você pensa sobre a participação dos pais na criação da garotada? Hoje eu também estou no ótimo Pais Modernos e meu texto - Homem que é homem não ajuda. Participa – vai fazer você pensar… Vai lá e depois me conta.


15 thoughts on “Tudo o que já fiz para minha filha comer”

  1. Sandy Lima disse:

    Oii, tenho um filho de 2 anos e 2 meses que não comia absolutamente NADA! Era leite, e macarrão iinstantâneo.. Dai ja tinha feito de tudo pra que ele começasse a comer outras coisas e nada.. Quando foi segunda passada, fui dar almoço ele, e ele começou a chorar .. sentei ele no meu colo, segurei as mãos e dei comida a força! (sim, podem me crucificar por isso).. ..

    Mas o resultado: ele passou a comer .. de lá pra cá esta almoçando e jantando todos os dias, tudo o que eu ofereço e sem choro! (Glória a Deus por isso) ..

    Beiijos!

  2. Geiciane disse:

    Olá Monica, obrigado pela dica, vou desencanar,o importante é ter meu filho saudável, ele come todo tipo de biscoito e frutas, apenas nas comidas salgadas que só aceita em forma de sopa, é que fiquei preocupada, o pediatra dele disse que ele poderia ter algum problema futuro de digestão, o estomado não desenvolver como deveria.

    Obridaga!
    Beijos

  3. elizabeth disse:

    meu filho tem 10 anos hoje ele passou por fases dos 6 meses aos 3 anos comia de tudo todos os legumes, frutas, verduras e comidas servidas, depois só queria comer pão com ovo, arroz com ovo, farinha de mandioca com ovo ou seja qualquer coisa que acompanha se o ovo. depois voltou a comer tudo novo, agora ele decidiu que que não gosta de batata, milho, ervilha e outros legumes creio que seja por influencia da opinião de amiginhos mas são fases enquanto são pequenos temos de oferecer todos os tipos de comida e se criança for saudavel mesmo sem comer muito deixa uma hora ou outra ela vai sentir fome

  4. aline disse:

    que palhaçada hein poe a comida la quando ela sentir fome ela concerteza vai comer. morrer de fome garanto que ela nao vai… e digo por experiencia sou mae quadrigemeos

  5. Vika disse:

    Olá! Deve ser uma maratona hehehe te sugiro procurar um Nutricionista especializado em educação alimentar pra te ajudar!
    As 2 grandes dicas que posso dar são:
    1- Nunca oferecer recompensas para a criança comer (Ex: se vc comer todo prato te dou um doce, ou vai ganhar o brinquedo tal, ou vai passear), pois ela irá associar inconscientemente que a comida é um sacrifício para ganhar a recompensa.
    2- Estipular horário para as refeições, a criança não pode comer fora de horário (Ex: se a criança não comeu nada no almoço, só vai comer no horário da próxima refeição) se ela comer entre as refeições, na hora de comer de verdade não vai querer e por aí vai.
    Espero ter ajudado, sou nutricionista. Boa Sorte ;)

  6. joana disse:

    Mônica, meu filho é a mesma coisa. Vai fazer dois anos este mês e eu SEMPRE apelo para a tv, vou ser sincera. Ele ama Cocoricó, então eu uso os personagens para que ele coma tb. Ele tem o cavalo de pelúcia do cocoricó, o Alípio, que vive sujo de feijão pra ele acreditar que ele está comendo tb. Tem horas que eu pergunto se posso dar a comida dele pro alípio, já que ele não quer comer. Aí ele abre um bocão e come… mais uma colherada! Viva! Rs. Mas no caso do meu filho já percebemos que é comportamental mesmo, porque na escola e com a minha empregada ele raspa o prato. Já comigo ou com o meu marido… fim de semana é greve de fome, no almoço e no jantar. Sigo a orientação da pediatra: não dou qualquer substitutivo. Ele fica com fome o dia inteiro, só vai tomar o leite de noite… é o que ela fala: morrer de fome ele não vai porque no saldo da semana, ele comeu bem. Então relaxa e não cede aos caprichos porque isso vira arma mesmo e ele vai repetindo o comportamento. É o que ela falou: ele talvez não entenda ainda grandes discursos sobre a importância da alimentação. Mas entende que, se não comer a comida, daqui a pouquinho ele ganha biscoito ou suco em substituição. Então ele não come. Por outro lado, se ele não ganha nada em troca, começa a entender que precisa comer a comida para não ficar com fome o dia inteiro. Parece meio terrorismo, mas acredito na tese e tenho testado… tem começado a dar certo. Não raspa o prato, mas come alguma coisa… Já as frutas, ele amava, chegava a roubar banana na fruteira. Um belo dia resolveu não comer mais e assim estamos a quase um ano. Só se for na forma do suco. Se não, não come de jeito nenhum! Olha que comemos frutas todos os dias e ele vê… nem sempre o exemplo é a alma do negócio…rs. Bom, me alonguei demais… rs. sorry! Boa sorte para todas nós! Bjs, joana

  7. Lia disse:

    Ah, esqueci de dizer…além de também usar algumas táticas que vc usa, aqui em casa quando ela não quer comer, o que funciona é contar histórias (vale Branca de Neve, Dona Baratinha…qualquer coisa!) e/ou remontar como foi o dia dela. Bjs!

  8. Lia disse:

    Hahaha, adorei! Eu tenho uma filha de 2,7 meses que intercala fases que come bem e outras que come bem mal. Cresce que é uma beleza, super saudável. O problema é a falta de variedade: come sempre as mesmas coisas. E eu não sei cozinhar, nem sou criativa. Por isso gosto tanto desse blog! Ah, e eu também, assim como você, já lancei mão de, digamos assim, recursos áudio-visuais (no meu caso Charlie & Lola no computador), para ela ir abrindo a boquinha distraidamente. Mas resolvi parar com essas drogas! Bjs

  9. Nossa! Que bom saber que mais mães passam o que eu passo TODOS OS DIAS! A Isabela dá o maior trabalho pra comer… fico me revirando pra variar… Mas tem coisas que ela ama, que é macarrão, angú de fubá e papinha de aveia. Tenho que ter muita paciência pra ela almoçar e jantar e a televisão ajuda muito. Sei que dizem que não é bom. Mas melhor ver ela se alimentando na frente da tv do que ver emagrecendo sem comer….

  10. Patricia Gonçalves disse:

    Mônica, descobri seu blog hoje enquanto procurava receitas de papinha e gostei muito. Meu bebê tem apenas dois meses, mas em breve sei que usarei muitas dicas daqui. Parabéns!
    abraços,
    Patrícia

  11. miriam disse:

    Oi querida… vim visitar!
    Rs realmente por vezes e dificil fazer eles comer nao e verdade…mas deixe que quando sentirem fome eles comem… :)

    Beijo

  12. Marisa Pedro Pfeiffer disse:

    Tenho uma filha de 2 anos que até 1 ano e 3 meses comia de tudo e TUDO!…agora ohhh tristeza…já usei algumas das suas dicas e receitas, tem dia que come super bem e eu fico super empolgada pensando agora vaiiii…mas já no outro dia não come nada…não come arroz, feijão e carne vermelha de jeito nenhum…meu dia começa sempre com um pensamento: “o que vou fazer para ela comer hoje?”
    beijos e adora esse Blog!
    beijos

  13. Patricia disse:

    Nossa Mônica, me identifiquei totalmente com este post!
    Tenho uma filha mais velha de 7 anos que sempre comeu como um dragão, mas a Maria de 1 ano e 8 meses, não come.
    Tomate ela come a qualquer hora e de qualquer jeito, fruta (pedaços ou suco) ela aceita bem também, mas a comida salgada não vai.
    Toda hora tenho uma tática nova, tem dia que vai que é uma maravilha, mas tem dia q ela não come absolutamente nada além da mamadeira pela manhã e a noite e suco de fruta ao longo do dia.
    Mas, assim como a sua, surpreendentemente ela está acima da média para altura e dentro do peso.
    Vai entender…
    Vou seguir algumas dicas suas, depois conto como foi.
    bjs

  14. Ivone disse:

    Tenho um filho de 2 anos e meio e digo que tá dificil ele comer as coisas, a unica comida que ele gosta é arroz com ovo…
    Faço de tudo para ele comer mas tá dificil.

    Beijos

  15. Ana Karina disse:

    Adorei o post!
    Fico imaginando como será a minha vida daqui a pouco… Helena está com 6 meses e meio, e por enquanto come tudo que a gente oferece. Mas daqui a pouco o gênio começa a ter as preferências e vai negar ou aceitar as coisas. Vou ter q me virar “nos 30″. hehehehe
    Vou lá conferir o “Pais Modernos”.
    Beijocas!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>