Não erre na introdução das papinhas

Introdução das papinhas. Seu bebê vai começar a comer papinhas e você se sente tão perdida e desanimada quanto a mulher ao lado? Respira. Esse blog está aqui justamente para lhe ajudar. Além de navegar por nosso conteúdo, você pode ler aqui quais são os 10 principais erros na hora da introdução dos sólidos.

Em um passado distante, editei um ótimo Guia da Nutrição Infantil para a revista Crescer. Infelizmente ele não está disponível on line, mas reproduzo abaixo uma pequena parte que fala de erros que muito sem querer cometemos. Conheça eles e seja feliz!

beijos

Mônica

Erros que você deve evitar:

1 Bater a papinha no liquidificador – O correto é que ela seja cozida, amassada e, quando necessário, peneirada, para incentivar a mastigação desde cedo.

2 Oferecer leite, do peito ou da mamadeira, após a refeição – Ele deve ser dado duas horas antes ou após as refeições porque o cálcio diminuiu a absorção do ferro e pode causar anemia.

3 Dar refrigerante – Ele deve ser evitado durante os três primeiros anos pois sua composição química atrapalha a absorção de minerais importantes

4 Desmame sem carne – A papinha deve conter todos os nutrientes necessários para o crescimento, inclusive carne que apresenta ferro e proteína (observação atual minha: quem é vegan pode substituir a carne para o bebê ter acesso ao ferro e proteína).

5 Dar a sopa na mamadeira – A criança precisa desenvolver a mastigação e se a sopa for dada na mamadeira ela continuará apenas sugando, sem aprender a mastigar.

6 Não ter hora para as refeições – Os horários devem ser estipulados e respeitados para que o organismo esteja sempre regulado e a criança estabeleça uma rotina.

7 Fast foods – Se até os 2 anos ela não conhecê-los, talvez não fará questão. Até essa fase, enquanto os pais escolhem a comida, devem ter prioridade os alimentos adequados para a idade

8 – Não comer legumes e verduras – É comum a recusa desses alimentos, por isso o estímulo nos dois primeiros anos, quando a criança os aceita com mais facilidade, deve ser priorizado.

9 Doce no lugar da fruta – Não deixe que a criança se acostume com um paladar muito doce, para evitar futuros problemas de excesso de peso e cáries. O sabor da fruta é adequado, além de oferecer mais nutrientes.

10 – Fazer chantagens – Essa é a pior maneira de educar. O ideal é manter a disciplina e dar o exemplo, sempre com paciência, para mostrar a importância de uma alimentação equilibrada e gostosa.