• JUNTE-SE A NÓS NAS REDES SOCIAIS:

Porque é importante comer com as mãos


Quando você ganha um presente ou vê algo desconhecido a primeira atitude é pegá-lo para sentir do que é feito, sua consistência, seu peso, seu formato. Por isso, nada mais lógico do que a criança fazer o mesmo com a comida: enfiar as mãos no prato para pegar e entender o que afinal de contas é aquilo ali na sua frente.

Sim, porque nos esquecemos que para o bebê aquele jeito de comer é uma novidade! Quando é papinha, temos aquela consistência diferente do leite que ele está acostumado. E ainda tem o prato e a colher, duas coisas gigante! Quando chega a hora dos sólidos então, aparece uma coisa mais estranha do que a outra. Medo total. “Os adultos esquecem de valorizar o tato, a capacidade de conhecer pelas mãos. E é importante a criança viver isso. Ela precisa pegar na comida. Muitas vezes, até a criança mais velha necessita disso para ter mais segurança sobre o que está comendo”, explicou o pediatra e nutrólogo Mário Cícero Falcão, na palestra que deu na semana passada durante o Encontro Sustagem da MeadJohnson Nutrition.

Por isso, para ajudar a criança nessa fase de conhecer os novos alimentos, deixe tudo disponível para suas mãozinhas. No começo das papinhas ela vai se lambuzar mesmo. Depois, quando começarem os sólidos, deixe tudo bem picadinho para ela ter a chance de levar o alimento sozinha para a boca. Aliás, invista em comidinhas fáceis. Nós te ajudamos. Dá um olhada em Comidinhas para comer com as mãos, Comer com as mãos e Finger Foods.

Mesmo crianças mais velhas, que já sabem comer direitinho com colher e garfo, podem ter esse momento de insegurança e resolver pegar os alimentos com as mãos. Não é o momento de reprimir ou de achar que seu filho vai comer como um macaco para o resto da vida. Ele simplesmente encontrou uma forma diferente de “enfrentar” um alimento. Respeite esse momento dele.

Agora, se você é como eu que tem toc total com essa história de lambuzeira de comida, lencinho umedecidos para salvar a festa depois. Durante, deixe as crianças se divertirem…

beijos

Mônica

 

P.S. A Mônica acha esse bebê da foto a coisa mais fofa do mundo mas não consegue controlar o ímpeto assassino de buscar logo um pano e limpar tudo…