• JUNTE-SE A NÓS NAS REDES SOCIAIS:

Todos os segredos das papinhas


 

O pediatra avisou que está na hora de começar com as papinhas? Assim como eu, você vai descobrir que lidar com isso pode ser fácil – e observe que sou daquelas que não diferenciam rúcula de espinafre… Mas olha só o que aprendi pelo caminho:

 

O que colocar

Primeiro faça três listas (de volta às aulas de biologia…)
Alimentos energéticos (que dão energia): batata, arroz, macarrão, mandioquinha, batata-doce, mandioca etc.
Alimentos reguladores (que regulam os processos bioquímicos do organismo): abóbora, alface, beterraba, brócolis, espinafre, cenoura, chuchu, abobrinha etc.
Alimentos construtores (que ajudam na multiplicação das células): carnes de boi, de frango ou de peixe, feijão, ovos, lentilha, grão de bico etc.
Agora é só escolher dois alimentos energéticos, dois reguladores e um construtor e está pronta a sua receita. Dá para criar muitas combinações e mais para frente você pode aumentar o número de alimentos escolhidos, sempre respeitando esse mínimo. Varie bastante para o seu filho experimentar o maior número de comidinhas.

Como fazer

Pique todos os ingredientes que você escolheu e coloque em uma panela. Encha de água – é legal que o volume seja mais ou menos o dobro da quantidade de alimentos. Deixe cozinhar em fogo baixo até ficar tudo molinho. Passe por uma peneira até virar um purê – quando seu filho estiver mais acostumado, amasse com o garfo. Hora de temperar com sal, salsinha, salsão, cebolinha. Lembre-se que o maior segredo é você também gostar da papinha, sinal de que ela está mesmo gostosa. Isso tudo demora mais ou menos quarenta minutos (para você calcular a antecedência e não ficar no fogão com o bebê chorando de fome no carrinho).
Ah, a quantidade de cada ingrediente a ser usada você vai aprender no dia-a-dia, levando em conta o quanto o bebê come. Ofereça pequenas porções porque depois que ela for tocada não poderá ser reaproveitada.

Quanto dar

Pela minha experiência, geralmente um bebê até os nove meses come de quatro colheres de sopa até cerca de uma xícara. Daí até um ano ela pode querer de uma xícara a um prato infantil cheio.

Como congelar

Papinha intocada só dura 24 horas na geladeira. Por isso, quando faço em maior quantidade, muitas vezes prefiro congelar. Distribua a papinha ainda quente em potes e leve para o freezer. Na hora de descongelar é só colocar no microondas por cerca de quatro minutos. Para ser prática, já congele em potes que possam ir ao aparelho.

Como montar cardápios

Meu marido fez uma coisa genial quando começamos a dar papinha para a Isabella (e eu trabalhava quinze horas por dia): criou trinta papinhas diferentes, o que garantia uma boa variedade de ingredientes, e imprimiu. No começo do dia era só colocar as receitas na geladeira. Hoje faço o mesmo com a Úrsula e facilita muito. Com o tempo você insere mais ingredientes e temperos para atualizar a época que o bebê está.

beijos

Mônica