Quando o prato não é no prato

 

Quando a gente faz tudo igual cai naquela rotina morna onde os movimentos e as ideias são automáticas, e parece que todos os sentidos do corpo vão ficando assim, sem graça. Incluindo o paladar. Só algo mega diferente pode quebrar essa apatia e trazer as emoções de volta para a mesa. Que tal então, servir a comida em um lugar diferente?

Até o arroz com feijão vai ganhar uma cara mais glamourosa se estiver em uma embalagem inusitada. Mandei ver nessa ideia outro dia e o tradicional strogonofe ganhou um tempero especial. Ele foi servido para as meninas em mini panelinhas, que chegaram na mesa tampadas para causar surpresa mesmo. E elas comeram tudo!

Use sua criatividade, olhe para os armários e descubra novos “pratos”. Além das mini panelinhas ou mesmo panelas, você pode usar cumbuquinhas, copos (como eu já mostrei aqui), xícaras, pires, assadeiras. Outra ideia é fazer e servir a comida em pacotinhos de alumínio ou papel manteiga, por exemplo. Vale também usar os pratinhos e talheres da caixa de brinquedo (devidamente lavados, é claro).

Experimente algo diferente e depois conta pra gente como foi!

beijos

Mônica