• JUNTE-SE A NÓS NAS REDES SOCIAIS:

Nossa receita de molho de tomate caseiro


Cá estou eu, de novo, (re)atualizando o post que faz mais sucesso aqui no blog: o da receita de molho de tomate caseiro. Como vocês já sabem, a receita é da fofa minha mãe, a dona Maria Helena. Depois do sucesso de audiência fiquei pensando se deveria começar a vender os molhos da mami. Acho que iria ganhar mais dindim do que que como jornalista. Mas a preguiça em mudar de ramo é gigante, então vou apenas (re)atualizar o post. Pois desde que fiz essa receita, fui acrescentando outros ingredientes e foi ficando cada vez mais legal. Também fui respondendo a dúvidas que surgiram no meio do caminho.

Bom, a receita é muito fácil do mundo, a mais fácil do mundo. É tão fácil que até o seu marido é capaz de fazer (Já levei bronca de pai cozinheiro por essa frase).

Você vai precisar de:

- uma tábua e uma faca grande para cortar os tomates, as cebolas, os alhos, o salsão, o alho porró, a cenoura;

- uma panela grande (na receita anterior eu indicava a pressão para colocar todos os ingredientes e cozinhar na pressão por 15 minutos depois que o pino começa a pitar), mas descobri que é possível colocar todos os ingredientes numa panelona, tipo de macarrão, e deixar ferver até o tomate soltar da pele;

- um liquidificador para transformar os tomates cozidos em molho;

- uma peneira grande e com furos largos para peneirar o molho cozido e batido;

- uma panela grande – a mesma que cozinhou os ingredientes – para apurar (tirar um pouco da água) o molho;

- e potes limpos para colocar o molho pronto.

Os ingredientes:

- 1 quilo de tomates bem maduros, porém firmes e bem vermelhos (eu gosto do Débora tipo italiano) e, se possível, orgânicos.

- Duas cebolas grandes descascadas e cortadas em quatro, quatro dentes de alho grandes descascados, uma cenoura grande ou duas pequenas orgânicas, uma xícara de salsão picado (o talo e não as folhas), 1/2 xícara de alho porró picado (a parte branca e não a verde)

Modo de fazer:

Antes de mexer nos alimentos, lave as mãos. Corte os tomates, as cebolas, o alho, a cenoura, o salsão e o alho porró. Tire as sementes. Eu faço como a Rita Lobo ensinou, mas se não quiser, não precisa tirar as sementes. Jogue tudo na panela, de pressão ou não. Feche e cozinhe. Na pressão por pelo menos 15 minutos. Na panela comum até os tomates soltarem da casca. Não precisa colocar água porque o tomate e a cebola têm MUITA água. Desligue o fogo, abra a panela e despeje tudo no liquificador. Bata até virar uma espécie de suco grosso, consistente. Coloque a peneira sobre a mesma panela para economizar utensílios) e despeje o molho aos poucos na peneira. Vá mexendo o conteúdo até peneirar tudo.

crédito Patricia Cerqueira

Vai sobrar apenas semente e pele na peneira (que eu jogo fora).

Leve a panela ao fogo para apurar (reduzir a quantidade de água) e engrossar o molho. Isso leva cerca de 20 minutos.

Enquanto isso prepare os potes (de preferência de vidro). Lave-os. O último enxágüe deve ser com água fervente.

O molho engrossado vai para os potes, que ao esfriarem, vão direto para o congelador. Os potes de vidro não quebram no congelador. Mas não encha demais os vidros, caso contrário, molho, ao congelar, pode transbordar do pote. Minha irmã anotou nos comentários aqui abaixo que o ideal é deixar um espaço de 3 cm (deu até uma explicação física, lê lá!). Esse espaço dá mais ou menos 2 dedos.

Infelizmente, não sei quanto tempo pode ficar no freezer. Aqui em casa não ficam mais do que duas semanas no congelador.

E uma dica da minha mãe, que eu sigo e tem dado certo: só tempere o molho quando for usar. não coloco nem sal nem óleo Isso é ótimo porque tenho a liberdade de variar o tempero. Dá para se divertir e as crianças nem costumam notar.

E aqui algumas sugestões de receitas que levam molho de tomate e já citadas por nós:

http://www.comerparacrescer.com/2010/08/22/cardapio-semanal-numero-5/
http://www.comerparacrescer.com/2010/08/08/pizza-de-gatinho/
http://www.comerparacrescer.com/2010/07/19/segunda-feira
http://www.comerparacrescer.com/2010/03/01/como-substituir-o-sal-pelos-temperos/

Beijos e uma excelente semana!

Patricia

PS: Quer conhecer a dona Maria Helena, essa fofa, clique aqui http://on.fb.me/pETD6f