Sopa de bruxa

Quem é que não gosta de uma boa história de bruxas, vampiros, lobisomens, hein?

Eu AMO! E o tal DNA deu certo porque minhas filhas também gostam. No momento estamos nos divertindo muito com a saga do Harry Potter, mas já conhecemos a maioria dos monstros, fantasmas e similares da literatura infantil. E lógico que quando tem comida envolvida, fica mais interessante.

Por isso nos apaixonamos pelo livro SOPA DE BRUXA, escrito por Jung Hae-Wang e ilustrado por Oh Seung-Min (Editora Callis). Nele, a bruxinha Rafaela está criando um prato para o concurso de culinária de Abracadabra. Mas sua colega Úrsula, outra bruxa tão esperta quanto preguiçosa, resolve copiar a receita para ganhar o concurso. E lá vai ela atrás de Rafaela anotando tudo escondido: uma mão cheia de perna de rã, um rabo do tamanho do pulso. Só que a Rafaela é pequena, tem mão pequena, braço pequeno. E a Úrsula, grande, tem mão grande, braço grande…

Já imaginou a meleca que vira o prato?

Humm, não dá nem para colocar a receita aqui já que ninguém gosta (muito) de perna de rã. Mas o legal do livro, principalmente para quem gosta de levar as crianças para a cozinha, é mostrar na prática como é importante usar medidas padrões para a receita não desandar.

Ih, não sabe como juntar crianças com cozinha? Então leia nossas dicas aqui

E se, como eu, gosta de culinária de bruxa, conheça também a Sopa 100% Bruxesca, minha preferida!

beijos

Mônica